JAPURÁ – AM – Paróquia Nossa Senhora Aparecida

Prelazia de Tefé – AM – Norte I CNBB


Deixe um comentário

Dom Sergio visita TIMOR LESTE

 

Dom Sergio Castriani está visitando a Missão de Timor Leste.

O Projeto Missionário Brasil-Timor Leste teve início em 2000, e será concluído em 2010. O grupo de irmãs é intercongregacional, formando duas comunidades. Uma em Laléia, outra, em Laclubac, ambas na Diocese de Baucau.

NOTICIAS DA MISSÃO:

http://www.revistamissoes.org.br/noticias/ler/id/179

Essencial Timor-Leste

http://www.capuchinhos.org/index.php?option=com_content&view=article&id=1170&catid=104&Itemid=461

http://www.pime.org.br/mundoemissao/igrejabrasilleste.htm

Projeto Missionário TIMOR LESTE

http://www.cenaculosmissionarios.org.br/site_velho/ir_maria_nieta.html

http://www.alemfronteiras.org.br/index.php?option=com_content&task=view&id=125&Itemid=148

http://www.diocesedesaoraimundo.com.br/diocesemateria28.htm

http://www.pom.org.br/sim/309/pom.html


Deixe um comentário

Vamos aonde Ele próprio devia ir…

…E vamos rio acima rio abaixo, de comunidade em comunidade, de casa em casa, encontrando-nos com os irmãos e as irmãs, índios e caboclos, do interior e da cidade,   “aonde Ele próprio devia ir” (Lc 10,1). …

um grande LUZEIRO e ILUMINARÁ as curvas dos nosso rios, nesta desafiante missão evangelizadora na Amazônia.

 

Assim, irmãos e irmãs, temos de formar uma grande rede de solidariedade, onde cada Igreja Particular, cada cristão e cristã católicos, oferecendo de sua pobreza, colabora com a Ação Evangelizadora da Igreja na Amazônia, aqui nesta Paróquia de Nossa Senhora Aparecida, Prelazia de Tefé, localizada numa região de tão difícil acesso, fronteirando-se com o país vizinho, a Colômbia…

Para nós é de vital importância as visitas às comunidades ribeirinhas, ao nosso povo que habita às margens de nossos rios, lagos, igarapés, escondidos nas curvas dos rios e adentrando a floresta. Nossa Paróquia de Nossa Senhora Aparecida tem, além da sede do município, mais 25 comunidades que vai da zona limítrofe do município de Maraã até a Vila Bittencourt e na Comunidade dos índios Makus, no Apaporis, na extremidade da fronteira do Brasil com a Colômbia.

A Pastoral é exigente devido às distâncias de uma comunidade para outra. Uma característica muito peculiar desta região do rio Japurá e a sua desertificação, ou seja, pequenos aglomerados de famílias, que mantém sua cultura tradicional, longe dos centros urbanos, tendo carência de educação, acesso à saúde e outros bens e serviços.

Com muita dificuldade, nos fazemos presentes nas 25 Comunidades de nossa Paróquia, a saber: Traíra (índios tucanos), São José do Apapóris (índios Makus), Vila Bittencourt (área de fronteira com comunidade civil e militar), Serrinha, Itaboca, Carrapato, Barreirinha, São Pedro, Macupiri, Panema, Mocó, Acanauí, Altamira, Saracura, Santa Fé, Chuê ué, Canavial I, Canavial II, Jutaí e Jeremias (índios Makus), Nova Esperança, Abacatal, São Joaquim (índios Makus), Claudino, Ilha do Cardoso.

 


Deixe um comentário

Falando sobre YouTube – Experiência Missionária de Flávio Gonzaga, CSSp

Um pouco da realidade que Pe. Flávio vivência em seu trabalho missionário como membro da Congregação do Espírito Santo, na Prelazia de Tefé-AM. Flávio é o maio novo padre espiritano no Brasil. Este video mostra desde de seu estágio até seu trabalho como sacerdote no meio do povo de Tefé.
+INFO: http://www.espiritanosbrasil.org 
Experiência Missionária de Flávio Gonzaga, CSSp