JAPURÁ – AM – Paróquia Nossa Senhora Aparecida

Prelazia de Tefé – AM – Norte I CNBB

Se teu irmão pecar, vai corrigi-lo!

Deixe um comentário

Prezadas Irmãs e Irmãos!

Com o coração voltado de forma especial para a Palavra de Deus neste mês
da Bíblia queremos auscultar o que o Senhor quer de nós em nosso caminhar
de discípulas e discípulos missionários.
Seguem em anexo as reflexões litúrgicas preparadas com ardor missionário
por nossos Irmãos teólogos.
Com estima fraterna,

Ir. M. Liani Postai csc

LITURGIA –  23º  DOMINGO COMUM.

07.09.2014.

 

“Se teu irmão pecar, vai corrigi-lo!”

1.ACOLHIDA.

    Convocados por Deus, nós nos reunimos para rezar em nome de Jesus. Rezamos como comunidade de fé e de amor fraterno, por isso nossa oração tem a garantia da força e a da eficácia divina: Jesus reza conosco!

     Setembro é o “Mês da Bíblia”, dedicado ao cultivo e à meditação da Palavra de Deus, alimento necessário, pois,“Não só de pão vive o homem, mas de toda a Palavra que sai da boca de Deus”!

     Não esqueçamos nossa Pátria, o Brasil na celebração de sua independência política e, principalmente, neste ano de eleições. Precisamos da iluminação divina para escolher candidatos que vão governar o pais e nossos estados. Votar não é só um dever patriótico, é um dever cristão de compromisso com o Bem Comum da Nação.

 

2.PALAVRA DE Deus.

    Ez 33,7-9 – Deus fez do profeta Ezequiel um vigia – ele deve denunciar e corrigir seus pecados. Missão, certamente, incômoda, mas inevitável, pois, se ele não denunciar e o povo se condenar, Deus vai cobrar-lhe a condenação! Mas, se o Povo não o escutar, paga sozinho a própria  condenação.

     Rm 13,8-10 – Deus, em sua infinita misericórdia, perdoou gratuitamente os pecados da humanidade; agradecidos pelo perdão divino, devemos perdoar-nos mutuamente uns aos outros, pois, “quem ama o próximo, cumpriu a lei!”

     Mt 18,15-20 – O “amor que cumpre a lei”  deve acontecer na vida cotidiana da Comunidade cristã: corrigir os erros dos irmãos com amor. procurando conquistar o irmão para Cristo. Não somos juízes implacáveis do irmão que erra, mas somos irmãos que sofrem com o irmão que peca!

 

3.REFLEXÃO.

  • A correção fraterna, praticada no espírito de Jesus, é expressão legítima da caridade cristã! A comunidade que, realmente, se ama, corrige os defeitos uns dos outros; cada um procura conquistar o irmão pecador para a causa de Cristo! Um só é vosso juiz – Cristo – vós todos sois irmãos.
  • Santo Agostinho diz: “Ama e faze o que queres!” Ame de verdade e, então, da correção fraterna nascerá a paz e o crescimento espiritual. Deus não nos quer salvar individualmente; Ele quer salvar-nos em comunidade fraterna e solidária, pois, fomos criados à imagem e semelhança de Deus, Uno e Trino, Mistério de comunhão!
  • Todos somos sentinelas, encarregadas de vigiar e prevenir a chegada do inimigo. A sentinela escuta a Palavra de Deus e aponta para a comunidade eclesial, social ou religiosa a situação de injustiça que afasta do Reino de Deus. A sentinela não pode procurar a sua salvação e esquecer a comunidade. Todos nós somos responsáveis uns dos outros! Do contrário, Deus nos pedirá contas da comunidade que se perdeu!
  • Disse Jesus: “o Espírito convencerá o mundo do pecado!” (Jo 16,8), mas que deve gritar o pecado e as injustiças do mundo é a Igreja! E cada um de nós deve, igualmente, denunciar os pecados do mundo; pois, ele precisa saber que está no caminho errado, e se você não gritar, poderá ser castigado com ele!

 

“Não fecheis o coração; ouvi, hoje, a voz do Senhor!”

Frei Carlos Zagonel.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s