JAPURÁ – AM – Paróquia Nossa Senhora Aparecida

Prelazia de Tefé – AM – Norte I CNBB

II Domingo Tempo Ordinario COM O FOGO DO ESPÍRITO

Deixe um comentário

Queridos Irmãos e Irmãs!

Com João Batista queremos estar atentos/as e nos deixar levar pelo
Espírito do Senhor, e com toda a alegria e ardor missionário apontar para
o Cordeiro de Deus, o único que tira todo o pecado do mundo!

No próximo dia 18/01 celebramos a Beata Madre Regina Protmann, fundadora
de minha Congregação - das Irmãs de Santa Catarina VM. Convido-os e as
para celebrar conosco este testemunho de santidade, expresso em seu lema
de vida "COMO DEUSQUER!".
Neste dia celebramos a Profissão religiosa, jubileus e aniversários de
profissão das Irmãs.
Seguem em anexo as reflexões de nossos Irmãos teólogos, aos quais muito
agradecemos!
Desejo-lhes fecunda missão com a Palavra!

Ir. M. Liani Postai csc

COM O FOGO DO ESPÍRITO

Pe. José Antonio Pagola.    Tradução: Antonio Manuel Álvarez Pérez

As primeiras comunidades cristãs preocuparam-se em diferenciar bem o batismo de João que submergia as pessoas nas águas do Jordão e o batismo de Jesus que comunicava o Seu Espírito para limpar, renovar e transformar o coração dos Seus seguidores. Sem esse Espírito de Jesus, a Igreja apaga-se e extingue-se.

Só o Espírito de Jesus pode colocar mais verdade no cristianismo atual. Só o Seu Espírito nos pode conduzir a recuperar a nossa verdadeira identidade, abandonando caminhos que nos desviam uma e outra vez do Evangelho. Só esse Espírito nos pode dar luz e força para empreender a renovação que necessita hoje a Igreja.

O Papa Francisco sabe muito bem que o maior obstáculo para colocar em marcha uma nova etapa evangelizadora é a mediocridade espiritual. Diz de forma rotunda. Deseja alentar com todas as suas forças uma etapa “mais ardente, alegre, generosa, audaz, cheia de amor até ao fim, e de vida contagiosa”. Mas tudo será insuficiente, “se não arde nos corações o fogo do Espírito”.

Por isso procura para a Igreja de hoje “evangelizadores com Espírito” que se abram sem medo à sua ação e encontrem nesse Espírito Santo de Jesus “a força para anunciar a verdade do Evangelho com audácia, em voz alta e em todos os tempos e lugares, inclusive em contracorrente”.

A renovação que o Papa quer impulsionar no cristianismo atual não é possível “quando a falta de uma espiritualidade profunda se traduz em pessimismo, fatalismo e desconfiança”, ou quando nos leva a pensar que “nada pode mudar” e por tanto “é inútil esforçar-se”, ou quando baixamos os braços definitivamente, “dominados por um descontentamento crónico ou por uma acidez que seca a alma”.

Francisco adverte-nos que “por vezes perdemos o entusiasmo ao esquecer que o Evangelho responde às necessidades mais profundas das pessoas”. No entanto não é assim. O Papa expressa com força a sua convicção: “não é o mesmo ter conhecido Jesus que não conhece-Lo, não é o mesmo caminhar com Ele que caminhar às cegas, não é o mesmo poder escutá-Lo que ignorar a Sua Palavra… não é o mesmo tratar de construir o mundo com o Seu Evangelho que faze-lo sozinho com a própria razão”.

Tudo isto temos de descobrir por experiência pessoal em Jesus. De contrário, quem o descobre, “depressa lhe falta força e paixão; e uma pessoa que não está convencida, entusiasmada, segura, apaixonada, não convence ninguém”. Não estará aqui um dos principais obstáculos para impulsionar a renovação querida pelo Papa Francisco?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s