JAPURÁ – AM – Paróquia Nossa Senhora Aparecida

Prelazia de Tefé – AM – Norte I CNBB

Bispos vão escrever sobre «mundo do trabalho»

Deixe um comentário

Documento deverá ser apresentado na próxima Assembleia Plenária da Conferência Episcopal Portuguesa, que decorrerá em Fátima entre 11 e 14 de novembro

D.R.

Fátima, Santarém, 10 set 2013 (Ecclesia) – Os bispos portugueses vão apresentar em novembro uma mensagem sobre o mundo do trabalho, no contexto da crise socioeconómica e do desemprego que atinge o país.

A notícia foi avançada hoje em Fátima pelo padre Manuel Morujão, no final da reunião do Conselho Permanente da Conferência Episcopal Portuguesa.

O porta-voz daquele organismo salientou que o trabalho constitui “um vetor fundamental” para a geração de mais-valias que permitam ultrapassar a atual conjutura.

Durante o encontro dos bispos, na Casa de Nossa Senhora das Dores, “esteve entre mãos o projeto de uma mensagem sobre o trabalho humano, com o que isso significa como parte essencial da resolução da crise em que Portugal se encontra”, revelou.

O documento deverá ser apresentado durante a próxima Assembleia Plenária da Conferência Episcopal Portuguesa, que decorrerá entre 11 e 14 de novembro.

Na sequência de uma pergunta dos jornalistas, relacionada com a possibilidade de mais cortes nas pensões dos trabalhadores do Estado, o padre Manuel Morujão expressou a forma como os responsáveis católicos estão a acompanhar a situação global das populações.

“A Igreja Católica está com aqueles que experimentam mais as consequências do empobrecimento geral e por isso é prioridade para a Igreja defender os que têm pensões de pobreza e até de miséria, aqueles que já estão até duramente penalizados e que devem ser não apenas poupados a futuros cortes mas ajudados a poderem ultrapassar o limiar da pobreza, da subsistência”, salientou.

Apoiar os mais desfavorecidos é uma missão que “cabe de maneira particular aos governantes mas também a todas as forças sociais”.

“Que ninguém diga que não tem nada a ver com isso”, apontou o porta-voz da CEP, salientando a importância da promoção de uma verdadeira cultura de “companheirismo, de solidariedade”.

O Conselho Permanente é um órgão delegado da assembleia dos bispos católicos em Portugal, com funções de preparar os seus trabalhos e dar seguimento às suas resoluções, reunindo ordinariamente todos os meses.

O organismo é atualmente constituído por D. Manuel Clemente, patriarca de Lisboa (presidente da CEP); D. António Marto (vice-presidente), bispo de Leiria – Fátima; D. Jorge Ortiga (vogal), arcebispo de Braga; D. Gilberto Canavarro Reis (vogal), bispo de Setúbal; D. António Francisco dos Santos (vogal), bispo de Aveiro; D. Manuel Quintas (vogal), bispo do Algarve; D. António Couto, bispo de Lamego; padre Manuel Morujão (secretário).

(Notícia corrigida às 20h39)

LFS/JCP/PR

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s